21 de junho de 2013

Sete Cidades

num dia encoberto decidimos fazer uma caminhada pela margem da Lagoa das Sete Cidades. Foi a primeira vez do Diogo, que se mostrou curioso com o que o rodeava. Já a Sushi, uma visitante habitual deste lugar, aproveitou, mais uma vez, para correr o quanto podia.
 
 








8 comentários:

  1. Que comprimidos de beleza toma o DIOGO ?


    Um beijo, Carin.

    ResponderEliminar
  2. os mesmos que a mãe! e o beijo terá de ser p'ra mim porque sou eu que tiro as fotos! Ora essa!! :p

    ResponderEliminar
  3. Adoro a beleza das Sete cidades,que nesta fotos ficou enriquecida com o sorriso lindo, deste amor pequenino (lei-se ENORME)

    ResponderEliminar
  4. Mas é a Carin e o Diogo ( sem falar da Sushi ) que aparecem e que valorizam o trabalho, HOMESSA !...

    Um abraço, M A R C O

    ResponderEliminar
  5. ahahah boa resposta João. Gostei especialmente do "homessa" :)

    ResponderEliminar
  6. Caro Diogo,
    A lição de hoje é sobre sorte que tens.

    Tens sorte, porque tens uns pais babados.
    Tens sorte, porque és mimado (mas espero que não venhas a sê-lo de mais).
    Tens sorte, porque vives num lugar mágico e de extrema beleza.
    Tens sorte, porque vais ter uma amiga meio louca (a Sushi).
    Tens sorte, porque tens a mim como "tio" emprestado.
    Mas nesta altura não tiveste sorte, porque não tinhas uns sapatitos. Tiveste que andar descalço e ao frio. É a vida! Para o teu pai ter dinheiro para andar feito florzinha e com lentes XPTO, existem despesas que ele tem que cortar. Os teus sapatos foram uma das despesas.
    :-)

    Dioguito, desculpa lá, mas desta vez tenho que dizer que a penúltima fotografia deste post é a melhor de todas. A Sushi ficou fantástica.
    :-)

    ResponderEliminar
  7. eu posso enviar a nossa morada ao "tio" remus para que ele possa enviar uns sapatinhos do continente (sim, pode ser do hiper mercado continente) para o dioguito :) Afinal ele precisa saber a sorte q tem por ter este "tio" emprestado e tão prestável ;)

    ResponderEliminar

mimem o Diogo!