27 de agosto de 2013

Em dia de aniversário

Dia 23 de agosto, dia de aniversário da mãe do Diogo. Decidimos, para fugir ao calor abafado que estava em Ponta Delgada, ir os quatro até à Lagoa das Sete Cidades onde, seguramente, estaria mais fresco. E assim foi. E foi de tal maneira que até chuva apanhámos. Mas faz parte de viver no arquipélago. Por lá estivemos e mais uma vez deu para fazer umas fotos com o bem disposto.
 
 





 








 





11 comentários:

  1. Lindas fotos! Mas o meu neto...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ele nem sequer é muito giro, as fotos que eu lhe tiro é que o favorecem! :p

      Eliminar
  2. E que sorte a tua de teres o privilégio de viveres no paraiso..o teu menino é mesmo um boneco que amor..Parabéns atrasado á mamã :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é verdade que viver aqui ajuda muito à fotografia :)

      Eliminar
  3. Estive nesse sítio há coisa de 3 semanas. É lindo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. é sem duvida um dos locais mais bonitos do país! Não! Da Europa, até! :)

      Eliminar
  4. Que lindas fotos do vosso menino, adorei. Realmente é mt bem disposto. O meu sobrinho tb, que sorte a nossa :)

    PS- Já vos vi e reconheci, sem ver fotos muito explicitas. Tenho um sentido apurado :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)Bem então da próxima vez convido-te a cumprimentar-nos :) Teremos muito gosto :)

      Eliminar
  5. Caro Diogo,
    A lição de hoje é sobre falta de frescura.

    Também queria viver num sitio assim e ter uma vida assim. Coisa e tal, está muito calor, por isso vamos para a lagoa das Sete Cidades que lá é mais fresco. Não podia ser uma lagoazita ou uma poça de água, tinha de ser logo a Lagoa das Sete Cidades.
    No meu caso, se quiser sentir-me mais fresco, a minha única alternativa é abrir a janela. Ou quanto muito, meter-me dentro do tanque.
    Mas isto agora não interessa nada. O que interessa é que andas a aproveitar muito bem a vida. Mas confesso que mete-me um bocado de inveja.
    :-)


    PS 1: Começo a ficar mesmo apaixonado por essa cadela. E ela parece ser apaixonada pelo teu pai, já que fica para trás para lhe fazer companhia.

    PS 2: O teu pai continua a gostar fotografar florzinhas "perdidas" no meio da estrada. Lamento dizer-te, mas já não existe solução para ele. É como dizem: Burro velho não aprende línguas.
    ;-)

    ResponderEliminar
  6. e entre abrir uma janela ou ir até às sete cidades p me refrescar, a escolha não é nada complicada :p Temos pena! ;)
    PS 1: é sempre a mim que a sushi acompanha, sim sr.
    PS 2: um dia destes deixo de vez de fotografar florzinhas... Mas aqui há tantas!!

    ResponderEliminar

mimem o Diogo!