3 de setembro de 2015

1º dia de escola

E chegou o dia. Hoje será o primeiro dia de escola do Diogo. Aqui em casa, apesar de sermos bastante descontraídos, estamos os dois (pai e mãe) com alguma ansiedade devido a este dia, que será o primeiro de muitos. O Diogo é extremamente sociável e bem disposto, mas nestes três anos, pouco lidou com outras crianças, e não sabemos como irá reagir num ambiente escolar. Calculamos que irá correr bem, mas há sempre aquele "mas"... A ver vamos.



11 comentários:

  1. Boa sorte. Vou adiar esse momento por mais um ano (pelo menos). A ansiedade só demonstra que são pais atentos. Vai correr tudo bem. De certeza que haverá dias que irá feliz e contente e outros que não quererá ir. A vida é assim mesmo, instável :) Ele vai lindo...

    ResponderEliminar
  2. Meu querido menino, nova etapa, nova fase de vida! Oxalá corra sempre tudo bem. Cá ficamos um pouco ansiosos por uma boa integração no meio escolar - porta-te bem!

    ResponderEliminar
  3. Este DIOGO é o máximo !
    Claro que vai correr tudo bem !!!
    Não se preocupem, pois vai ser um sucesso. Nem podia ser de outra forma !
    Equipado com todas as cores não irá deparar-se com barreiras.
    Tem um futuro brilhante a aguardá-lo.

    Um beijo ao já quase universitário.

    ResponderEliminar
  4. Então que tal correu?
    Veio animado?
    O meu 1º dia de escola em São Miguel não correu nada bem, aliás, sofri bastante enquanto andei na primária, nos Açores.
    Tudo a correr bem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Correu bem! Veio p casa amuado porque queria ficar mais tempo na escola :) Antes assim.
      Abrc!

      Eliminar
  5. Então eu não disse que o Diogo só podia cativar toda a gente ?
    Está aqui, está a pedir as chaves de casa, Marco...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aquela frase feita de que eles "crescem depressa", faz todo o sentido... :)

      Eliminar
    2. Caro João, não diga uma coisa dessas que eu já fico com o coração nas mãos :) mas, realmente, é mesmo assim... eles crescem e nós quase que nem damos por isso... Por agora, em mais uma fase da nova vida do Diogo, tudo a correr bem e com muitos sorrisos pelo meio. Beijo

      Eliminar
  6. Ainda não tinha comentado mas já tinha visto as fotografias com a novidade e pensei exactamente como o nosso amigo João Menéres. ele tem tudo para se dar bem na escola, a conviver com outras crianças. Depois como também tenho um sobrinho da idade do Diogo e assim vivaço e feliz como ele e que foi para a escola ainda mais novinho (teve de ser) e adorou, achei mesmo que ia ser muito fácil a sua integração.
    Esta postagem e esta questão fez-me relembrar que senti o mesmo que vocês pais, quando as minhas filhas foram para a escola. Aconteceu-me sempre e com cada uma delas...quando foram para o Infantário, quando foram para a 1ªclasse, quando foram para o 5º ano... acho que a partir do 7º já estava habituada :) Mas depois voltou-me a acontecer quando foram para a Universidade ( as 2 mais velhas), com medo que não se adaptassem, etc, etc.
    O que vos posso garantir é que o tempo passa mesmo a correr, que a partir do momento que somos pais nunca mais deixamos de nos preocupar...é para a vida! Já agora falo de outro mito, o de que quem só tem um filho preocupa-se mais...errado! eu tenho três e com todas senti essas ansiedades, preocupações, etc.
    Desculpem o testamento, mas queria deixar aqui o meu testemunho de mãe de três criaturas...a propósito, a Sofia vai trabalhar uns meses para Londres em Outubro e eu já ando com o coração apertadinho...

    Muitos beijinhos para todos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nós agradecemos a tua partilha de experiência Rute :) E já consigo entender quando dizes: "a partir do momento que somos pais nunca mais deixamos de nos preocupar...é para a vida". E ainda agora comecei. E desejamos também que a tua Sofia se dê muito bem em Londres!
      Beijos cá de casa!

      Eliminar
    2. Rute, minha querida, não são testamentos, mas sim desabafos e partilhas de uma mãe preocupada e apaixonada pelos seus rebentos, tal como nós pelo nosso menino. A verdade é que continua tudo a correr bem e que fica sempre satisfeito e feliz quando se fala no Colégio. Que assim continue... Beijinho grande :)

      Eliminar

mimem o Diogo!