1 de dezembro de 2013

O Diogo enfiou um barrete

Manhã ventosa, enfiámos um barrete no Diogo e fomos até à praia perto de casa. E foi só isso.
 























11 comentários:

  1. Mas que crescido está o eu meu Di um rapazinho passeando calmamente que até parece gente crescida. Muitas beijocas meu docinho.da vó Isa.

    ResponderEliminar
  2. Á avó ISA e aos pais do DIOGO :

    MUITOS PARABÉNS PELO LINDO HERDEIRO !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. e nós agradecemos amigo João! :)

      Eliminar
    2. Obrigada João :) é o nosso mais-que-tudo.

      Eliminar
  3. que coisa boa, é mesmo um amor o vosso tesouro :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. também acho que sim, Diana :) O Diogo agradece! :)

      Eliminar
  4. Fui bem apanhado a "acartar" a prancha na cabeça, com o vento que estava e sendo uma 9,2 pés foi a melhor opção! Excelentes fotos do vosso filho. Parabéns Marco e Carine.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. não consegui foi apanhar-te a fazer umas Rui! :) Abraço e obrigado

      Eliminar
  5. Em pequeno detestava que me colocassem coisas na cabeça: barretes, gorros, chapéus, bonés... nada disso ficava muito tempo na cabeça. Mas o pior de tudo, porque na altura os meus pais só andavam de mota, detestava enfiar o capacete. Desconfio que o meu capacete era pequeno demais para a minha cabeça... :-D
    E agora vocês dizem: Mas alguém te perguntou alguma coisa?
    Eu respondo: Não. Mas agora que já tive o trabalho de escrever, não vou estar a apagar.
    :-)

    PS: Em vez de comprar um gorro tão grande para o Diogo, podiam ter comprado um mais pequeno e em contrapartida, compravam uma camisola com umas mangas maiores para a senhora Kaipiroska...
    :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É moda sr. Remus ;)
      Quanto ao gorro, foi propositadamente grande para dar até o gaiato ir para a faculdade :)

      Eliminar

mimem o Diogo!