21 de setembro de 2015

Estado: Febril

Hoje ligaram-me da escola a dizer que o Diogo estava com febre - 38º,5.
Fui busca-lo mais cedo, para descansar em casa e tentar baixar-lhe a febre.
Dá para perceber, pelas fotos, que nem com febre ele perde a boa disposição. Nem o apetite.




18 de setembro de 2015

Monstro das Bolachas

Hoje depois da escola, pai e Diogo, lancharam por Ponta Delgada. E o Diogo teve ainda direito a trazer para casa umas bolachas que ele escolheu (as maiores que havia...)







7 de setembro de 2015

encostado a um canto

Hoje, depois de almoço, fui buscar o Diogo à escola. Tal como nos outros dias vinha bem disposto e feliz com a sua vida académica. Demos uma volta e entretanto fomos até casa. 
- "Diogo queres dormir?"
- "Não! Quero brincar com os carrinhos."
- "'Tá bem. Então brinca."
Cerca de meia hora depois, fui dar com ele assim, da forma que se pode ver a partir da segunda fotografia. Encostado a um canto, literalmente.
A vida académica custa a todos...






6 de setembro de 2015

Ver

Da minha "ilha" * vejo quanto da terra se pode ver do Universo...
Por isso a minha "ilha" * é tão grande como outra terra qualquer,

Porque eu sou do tamanho do que vejo
E não do tamanho da minha altura...

Nas cidades a vida é mais pequena
Que aqui na minha casa no cimo deste outeiro.
Na cidade as grandes casas fecham a vista à chave,
Escondem o horizonte, empurram o nosso olhar para longe de todo o céu,
Tornam-nos pequenos porque nos tiram o que os nossos olhos nos podem dar,
E tornam-nos pobres porque a nossa única riqueza é ver.
*aldeia - no original de Alberto Caeiro

E o Diogo é já do tamanho do que vê e não do tamanho da sua altura



3 de setembro de 2015

1º dia de escola

E chegou o dia. Hoje será o primeiro dia de escola do Diogo. Aqui em casa, apesar de sermos bastante descontraídos, estamos os dois (pai e mãe) com alguma ansiedade devido a este dia, que será o primeiro de muitos. O Diogo é extremamente sociável e bem disposto, mas nestes três anos, pouco lidou com outras crianças, e não sabemos como irá reagir num ambiente escolar. Calculamos que irá correr bem, mas há sempre aquele "mas"... A ver vamos.